Os erros maiores, má fortuna.

50210463_357664765033785_1660816441219219456_n.jpgPodia descrever todo um conjunto de pequenos grandes tropeções, calinadas ou outras palermices não configuradas nos anais da jurisdição mundana, mas nada mudaria, o passado é um espaço não adaptado a circulações físicas, restando por isso a análise factual não ajudada por cabeçadas inconsequentes (ou não estaria aqui nesta análise descritiva) passos errados em busca do caminho de terra em vez do alcatrão liso, raisparta, patetices, a doçura imediata é sempre mais saborosa que o sacrifício humano em prol de um futuro, quiçá um futuro, o futuro, o futuro, e agora o futuro é já hoje, raisparta,  deveria ter calculado isso caso fosse matemático, nem era preciso ser de nomeada, bastava a perspicácia mais banal, seria logo um tiro cheio, pois já a minha avó dizia “estuda para seres alguém”, o meu tio “o tempo dá para tudo”, os meus pais a trabalharem para que nada faltasse, e eu a tentar perceber porque o bicho da conta se enrola direitinho, o movimento ritmado das nuvens, quantos sons ouvia se parasse no tempo, as luzes da noite muito brilhantes, os pássaros sempre diferentes, e nisto, raisparta, parava para ver onde estava, e já não estava lá.

Ainda hoje é assim. As pessoas não sabem mas é assim. E agora? Acumulo mais uns para a colecção, má sorte, raisparta.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a website or blog at WordPress.com

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: